Ninguém está olhando é o grande vencedor do Cine Ceará

O filme argentino Nadie Nos Mira (Ninguém está olhando) coproduzido pela Taiga Filmes ganhou os prêmios de melhor edição, melhor ator, melhor filme da crítica e melhor filme do festival no Cine Ceará.  Nadie nos mira, que começou sua carreira ganhando o prêmio de melhor ator no Festival de Tribeca, nos EUA, será distribuído no Brasil pela Vitrine Filmes.

Premiere Brasil de Ninguém está olhando no Cine Ceará

Longa-metragem coproduzido pela Taiga Filmes, de Lucia Murat, será exibido na segunda-feira 7 de agosto no festival, com a presença da diretora Julia Solomonoff e do ator Guillermo Pfening. O filme acompanha a vida do ator Nico que, após o término de uma relação, muda-se para Nova York em busca de oportunidades.

Continue lendo

Em Três Atos e A Memória Que Me Contam em evento no México

A 2ª edição da Semana de Cine Brasileño do México (28/03 à 06/04) convidou os filmes “Em Três Atos” e “A Memória Que Me Contam” para compor sua programação. Organizada pela Embaixada do Brasil em coordenação com a Cineteca Nacional Mexicana, a Semana contará também com a presença de Lucia Murat, diretora dos filmes.

Ator de Nadie Nos Mira ganha Tribeca

O ator Guillermo Pfening ganhou o prêmio de melhor ator no Festival de Tribeca por sua atuação no filme “Ninguém está olhando” (“Nadie nos mira”), dirigido por Julia Solomonoff,  e co-produzido pela Taiga Filmes.

O filme mostra Nova York sob um outro ponto de vista :a dos latinos que emigraram em busca do sucesso .

Prêmio Fipresci na Berlinale

O filme Pendular, dirigido por Julia Murat, e apoiado pela Taiga Filmes, ganhou o prêmio de melhor filme da crítica internacional da seção Panorama no Festival de Berlim (Fipresci – associação que reúne os críticos de cinema do mundo) . No discurso  de agradecimento, no link em anexo, Julia dedicou o prêmio ao joirnalista e crítico José Carlos Avellar. Veja o vídeo. Continue lendo

Nova parceria para série

A série “Vestígios do Brasil”, cujo roteiro foi desenvolvido com apoio da Riofilme, ganhou uma nova parceria: o canal Cine Brasil TV. O projeto com 12 episódios, contará com a co-produção do Cine Brasil TV. “Vestígios do Brasil, com roteiro de Lucia Murat e da jornalista e antropóloga Ana Carneiro, teve ainda a antropóloga Virna Plastino à frente da pesquisa. A série trabalha sobre o relatório Figueiredo, que descreve violências praticadas por latifundiários e funcionários do Serviço de Proteção ao Índio contra índios brasileiros ao longo das décadas de 1940, 1950 e 1960. O relatório, desaparecido durante a ditadura, foi encontrado no Museu do Indio em 2012 em meio aos trabalhos da Comissão da Verdade.

Pendular in Berlinale 2017

O segundo longa-metragem de Julia Murat, apoiado pela Taiga Filmes, foi selecionado para o Panorama da Berlinale. Filmado em dezembro de 2015, em um local abandonado da indústria no Rio de Janeiro, o filme fala sobre a relação entre um escultor e uma bailarina. O filme ganhou o Hubert Balls Fund em 2013 e o Programa Ibermedia. A Vitrine Filmes no Brasil fará a distribuição.

Um thriller intimista

Praça Paris, a última produção da Taiga, que traz Grace Passô, a premiada atriz e dramaturga, no seu primeiro papel de protagonista no cinema, está em pós- produção. Ao lado, de Grace, a atriz portuguesa Joana de Verona. Gloria (Grace Passô) é ascensorista na UERJ. Ela foi criada e vive até hoje no Morro da Providência. Filha de um pai abusivo, quando se vê livre dele, passa para as mãos de um irmão, chefe do tráfico, que mesmo preso, ainda se faz presente e exerce enorme influência sobre a vida de Gloria.

Continue lendo

Praça Paris, nova produção da Taiga, entra em etapa de finalização

O filme Praça Paris, de Lucia Murat, gira em torno de Camila, uma psicanalista com carreira acadêmica, e Glória, ascensorista da universidade que começa a fazer terapia com Camila. Encerradas na mesma sala, Camila e Gloria começam a desenvolver uma relação de proximidade e, mesmo que de forma contida, de afeto. Um vínculo inicialmente improvável se estabelece entre as duas, e num contundente caso de contratransferência entre analista e analisando, esse vínculo extravasa as barreiras do consultório. Veja aqui fotos do filme.

Continue lendo